Especial

4 anos do SLET

Aniversário de 4 anos do SLET

Como ler já é nosso passatempo favorito, nem sempre notamos o quanto um blog literário acaba tomando do nosso tempo livre. É um hobby que aos poucos se torna quase uma espécie de trabalho voluntário: o de incentivar a leitura.

Após quatro anos de blog, o SLET já está tão enraizado em mim que eu automaticamente começo a formular a resenha na minha mente enquanto leio os livros.

Trabalho voluntário

Assim como todo trabalho, manter o blog exige dedicação: escrever resenhas, revisá-las, aprender os fundamentos do S.E.O., pensar em layout, manter as redes sociais atualizadas, caprichar na produção das fotos, organizar sorteios, frequentar eventos literários, interagir com outros blogueiros, manter-se informado sobre lançamentos e novidades do mundo da literatura e muito mais…

E voluntário porque a grande maioria dos blogueiros e booktubers não recebe um tostão pelo trabalho. Fazemos por amor aos livros e também porque é muito gratificante – e esta é provavelmente a razão para eu continuar me dedicando ao SLET.

Realizações

Feliz 4 anos, SLET

Quatro anos. Inevitável o clichê de que o tempo passou rápido demais – mas passou mesmo! O SLET deixou a fase do engatinhar e já sabe caminhar a passos cambaleantes. Aos poucos, define cada vez mais a sua personalidade e os seus traços.

A “tradução” que traz no nome continua em segundo plano, enquanto as resenhas dominam a grande parcela dos posts mensais do blog. Sigo conseguindo postar quase sempre duas vezes por semana e isto para mim já é uma vitória. E também trazer eventos e assuntos literários da região aqui do interior de São Paulo, algo que me agrada muito e que pretendo continuar a fazer cada vez mais daqui pra frente.

Uma das partes mais gratificantes do mês é postar o guest post escrito com tanto carinho e dedicação pelos convidados, que topam participar prontamente – e isso me enche o coração!

A Intrínseca também não falha em fazer a minha alegria uma vez por mês, quando o carteiro chega com as novas cortesias. Sem contar que graças à ela vivi mais uma das melhores experiências literárias da minha vida: conhecer a Jojo Moyes!

Receber livros direto da editora deve ser uma das maiores alegrias e realizações de blogueiros/booktubers. Mas, como tudo na vida, tem suas desvantagens. Quando você já está com os seus planos de leitura para o mês, chegam novos livros e você precisa passá-los na frente.

Eu AMO os livros da Intrínseca, que sempre foi minha editora preferida, então não é nenhum sacrifício. Mas eu fico imaginando como as pessoas fazem quando têm parcerias com várias editoras e precisam resenhar até uma dezena de livros (ou mais) por mês obrigatoriamente.

Enquanto permanecer sozinha nessa empreitada, não serei capaz de inscrever o SLET em nenhum outro processo de seleção de parceiros, infelizmente.

Companhia das Letras

Com UMA exceção: Companhia das Letras. Depois da Intrínseca, é ela que publica a maioria dos meus autores e livros preferidos – como Daniel Galera, Carlos Ruiz Zafón e Nick Hornby. Inscrevi o SLET no processo mais recente e não fui selecionada. No entanto, a equipe da editora entrou em contato com alguns inscritos para oferecer um tipo de parceria menos “fixa”.

Uma vez por mês, eles enviam uma obra selecionada por eles e os blogueiros não têm obrigação de resenhar – numa parceria tradicional, os parceiros têm direito a escolher duas cortesias e são obrigados a resenhá-las para solicitar os próximos exemplares no mês seguinte. Topei sem pestanejar.

Até agora, recebi dois livros publicados pela Editora Seguinte, o selo jovem da Companhia: O ceifador (não consegui terminar e sorteei no Instagram) e Ninguém nasce herói (um dos melhores que li este ano).

Ritmo de festa leitura

4 anos de SLET

O quarto aniversário do SLET me encontra um pouco desanimada. Há algumas semanas, não sinto vontade ou inspiração para resenhar. No momento, uma pilha de cinco livros já terminados me encara inquisitorialmente à espera de uma resenha e uma avalanche de mais de 50 livros ainda não lidos ameaça desabar na minha cabeça do topo das minhas prateleiras.

Até o ano passado, eu consegui dominar a minha rotina, mas as leituras acabaram se acumulando. Por uma série de fatores que cabe a um post de final de ano, eu não consegui manter o meu ritmo anormal de leituras do ano passado. Não é nada demais, apenas uma fase, mas às vezes pesa na consciência. Isto também acontece com você?

Obrigada!

Enfim… Para não perder a tradição, eu quis escrever este post para marcar os quatro aninhos do SLET e mais uma vez agradecer a todos que acompanham o blog, seja aqui ou em qualquer uma da redes sociais (vou deixar os links abaixo, caso queiram segui-las).

Com certeza, a compreensão de que alguém possa se interessar em ler o que eu publico aqui é o que continua a me motivar a escrever, tentar caprichar nos textos e trazer algum conteúdo interessante.

Então, muito, muito obrigada! Sejam sempre bem-vindos!

Agradeço também:

Aos parceiros do SLET, o Sem Serifa e o Luka Luluka.

À Intrínseca e Companhia das Letras, por confiarem seus livros ao blog.

A todos os convidados que já escreveram para o SLET.

Ao meu irmão, por me incentivar a fazer um novo layout caprichado para o blog (e por me ajudar a tirar fotos de vez em quando, inclusive estas de aniversário).

Ao meu namorado, Leandro, por ser o meu companheiro de leituras, conversas, debates literários e resenhas (e por me aguentar falando de livro o tempo todo).

E especialmente à minha mãe, Sandra, que revisa todos os meus textos, opina, comenta e me incentiva a continuar.

Sobre o autor

Brenda Bellani

18 Comentários

  • Desde que comprei o seu primeiro livrinho, nunca imaginei que seu interesse pela leitura fosse se transformar nesse amor aos livros, às letras, às bibliotecas. Eu posso dizer com propriedade o quanto você se dedica ao SLET. Meus parabéns, filha. Você faz a sua parte tentando incentivar a leitura, de uma maneira muito especial. E eu tento te ajudar como posso. Espero que venham muitos outros aniversários!!!

    • Oi, Samara! Obrigadaaa! Fiquei muito contente com o seu comentário! <3

      Geralmente, as editoras divulgam o processo seletivo pelas redes sociais, no Facebook, Twitter e Instagram. Por isso, é sempre bom segui-las para acompanhar as novas datas! Depois, é só preencher o formulário de inscrição com todos os dados que eles pedirem sobre o blog/canal no Youtube e esperar o resultado da seleção! =)

      Na entrevista do SLET com a gerente de Marketing da Intrínseca, ela explica um pouco sobre a seleção de parceiros: https://sobrelivrosetraducoes.com.br/entrevista-com-gerente-de-marketing-da-intrinseca/!

      E aproveito para deixar aqui um convite para você escrever um guest post sobre tradução para o SLET quando quiser! 😉 (Vi que você é tradutora!)

      Beijo e seja sempre bem-vinda,
      Brenda

  • Aaa que linda! Imagino o orgulho que você sente desse seu cantinho! De verdade, o SLET é um dos blogs que eu mais gosto e a dona dele é uma querida, super acessível e atenciosa (o que só torna tudo ainda melhor, rs)! ♥

    Brenda, desejo todo sucesso pra você nessa empreitada. Que o blog cresça ainda mais, pois você faz muito bem o que se propõe a fazer, e merece muito o reconhecimento que tem alcançado (e o que ainda irá alcançar)! Admiro você! ♥

    Beijos!

    • Ai, Angela! Assim eu choro! Hahaha Muuuito obrigada, sua linda! <3

      São mensagens assim que fazem TUDO valer a pena e me motivam a continuar! Obrigada de coração! Espero melhorar sempre pra merecer todo esse carinho!

      Também estou sempre acompanhando seu Ig! 😉

      Beijo grande,
      Brenda

  • Oi, Brenda! Acabei de deixar meu comentário lá no Facebook, mas vim ler o post e não posso deixar de parabenizá-la de novo. Quem tem blog sabe como é difícil mantê-lo, e você consegue fazer um ótimo trabalho aqui no SLET. Adoro suas resenhas e as fotos são sempre muito caprichadas. Espero que a fase de desânimo, que é supernormal, passe em breve! Bjus e sucesso!!

    • Muito, muuuito obrigada, Talita! (Inclusive pelo seu guest post!) <3 Fiquei emocionada! =´D

      Fico mais aliviada de ler que é supernatural! Mas, no final, manter um blog é muito gratificante, e é uma oportunidade de conhecer pessoas como você e todas estas lindas que deixaram comentários, mesmo que virtualmente.

      Beijo grande,
      Brenda

  • Já falei isso antes e digo de novo: admiro muito o seu trabalho e dedicação aqui no SLET!

    Quem faz isso voluntariamente, como você disse, sabe como é difícil e muitas vezes toma nosso tempo. Então, nós que agradecemos de você continuar querendo trazer conteúdo por aqui e não desistir de nós hahah

    Que venham muitos anos, muitas parcerias e colaborações, até que você continue fazendo com amor e não por obrigação, como sentimos que você faz <3

    Parabéns SLET! \o/

    • Ai, Marina, que lindo! <3 Agradeço demais pelas palavras!

      Você sabe como é, né? Às vezes bate um desânimo, mas é fase. A gente vai continuar a amar livros, amar escrever e esse negócio de blog acaba virando parte da gente! A melhor parte de tudo isso, como comentei aqui em cima, é esse tipo de interação maravilhosa e é o que me motiva a continuar!

      Muito, muito obrigada! E o SLET está sempre de braços abertos para os seus textos (que eu amo)! ;D

      Beijo grande,
      Brenda

Deixe um Comentário