Entrevistas Escritores Leitores

Vovô Joca e os livros lúdicos e gratuitos do Literatura Educativa

João José da Costa tem 76 anos, apesar de não aparentar a idade, como ele mesmo salienta. Na web, assume o pseudônimo Vovô Joca para escrever histórias lúdicas para crianças e jovens no site idealizado por ele, o Literatura Educativa. Costa consegue escrever de dois a três livros por ano.

“Comecei a escrever meus primeiros livros destinados aos meus netos, que deixavam a fase da adolescência e caminhavam para a juventude”, conta. O site nasceu da sua vontade de divulgar o seu trabalho. “Em vista das dificuldades de publicar todos os meus livros, decidi disponibilizá-los gratuitamente em um site com o objetivo maior de dar uma modesta, mas, muito bem intencionada, contribuição para a educação de nossas crianças e jovens.”

Nascido em Campo Grande, no Rio de Janeiro, atualmente ele mora em Americana, no interior de São Paulo. Apesar de todo o trabalho dedicado ao site, a literatura é o seu hobby. Ele trabalhou praticamente a vida toda na área de Recursos Humanos, começando como auxiliar de pessoal até chegar à gerência em empresas como Avon, Kibon e também a Romi, daqui de Santa Bárbara d’Oeste.

Literatura Educativa: Histórias tiradas do baú do Vovô Joca

Essencialmente voltados para a educação, os livros do Vovô Joca são para o público infantil e infanto-juvenil, apesar de o site conter alguns para adolescentes e adultos. Segundo ele, suas obras visam “o desenvolvimento do caráter, cidadania, consciência ecológica, disciplina, valores morais, respeito aos pais e professores, interesse pelos estudos”, entre outros. No site, elas estão divididas em seis categorias: Infantil, Infanto-Juvenil, Juvenil, Adolescente, Temática Brasileira e Adulto.

Para ler os livros do Vovô Joca, é só acessar o Literatura Educativa, escolher uma entre dezenas de histórias a partir de uma pequena sinopse, e fazer o download gratuito no seu aparelho. No entanto, se preferir, pode adquirir a versão impressa, por meio do botão do AGBOOK logo abaixo da apresentação de cada livro. “Como os livros são pelo sistema de edição por demanda, os preços são um pouco acima do que seriam normalmente em uma edição por escala através de editoras”, explica Costa. “Os preços variam conforme o número de páginas e edição a cores ou branco e preto.”

Mesmo disponíveis para a compra impressa, você pode usar o Literatura Educativa de forma totalmente gratuita e baixar quantas histórias quiser. E se gostou dos livros e tiver interesse em passar adiante a boa ação, o Vovô Joca deixa uma sugestão bem no finalzinho da página inicial do site: “Se você puder, a cada download gratuito de um livro faça uma doação de R$ 5 direta e espontaneamente a um asilo ou orfanato de seu bairro ou cidade. Ajude quem ajuda a amparar as crianças e idosos necessitados”. A doação não é obrigatória ou impedirá o download das histórias de Costa, e sim um gesto voluntário de retribuição.

O incentivo ao hábito da leitura na infância

Com histórias simples e educativas, os livros de Costa podem ser usados como uma ferramenta para ajudar na inicialização do hábito de ler nas crianças, além de despertar a consciência para uma série de temas, desde meio ambiente até religião. “Um exemplo? A Menina que Só Falava em Versos conta a história de uma menina que, desde criança, somente se expressava em versos, e introduz a criança no mundo da poesia”, ele exemplifica.

A história infantil mais baixada do site é O dia em que conheci vovô, com mais de 480 downloads até dezembro de 2016. O livro narra o dia em que uma menina resolveu parar e ouvir os valores e as histórias de seu avô sobre o seu passado, um primeiro contato real entre neta e avô, que faz com que o senhor reviva a sua infância e profissão.

E os netos de Vovô Joca? Leram suas histórias? “Os netos cresceram rapidamente… Eles já eram adolescentes quando comecei a escrever. Tornaram-se jovens logo… Assim, não leram todos os livros, apenas alguns de maior interesse. Mas, acredito que gostaram…”

E você? Gostou?

Visite o Literatura Educativa e conte pra gente o que achou do site do Vovô Joca! E se quiser ajudar, compartilhe este post nas redes sociais pelos botões logo aqui abaixo!

Sobre o autor

Brenda Bellani

1 Comentário

Deixe um Comentário